Warning: A non-numeric value encountered in /home/hotelconsult/www/wp-content/themes/Divi 27/functions.php on line 5763

Compartilhe!

Iniciativas voltadas à recuperação do nível das águas do Lago de Furnas, em Minas Gerais, foram o assunto de reunião nesta quarta-feira na sede do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), em Brasília. Na ocasião, representantes do governo federal, parlamentares e prefeitos de municípios envolvidos com a temática discutiram providências no sentido de compatibilizar a vazão da represa com a regularidade do abastecimento de energia e a manutenção de atividades turísticas em cidades afetadas.

Presente ao encontro, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, defendeu a importância da união de esforços por soluções. “O turismo impacta mais de 50 atividades econômicas, e o baixo nível das águas inclusive ameaça a manutenção de negócios como hotéis e restaurantes. O momento é de convergência de esforços entre o governo federal, parlamentares e prefeitos. O importante é envolver todos os atores ligados ao tema para que a vazão das águas possa atingir o nível ideal. No que estiver ao alcance do governo Bolsonaro, contem conosco para a solução desse impasse”, frisou.

O senador Antônio Anastasia, que também participou da reunião, previu avanços e agradeceu a disposição do governo federal de debater formas de equilibrar interesses na questão. “A verdadeira cruzada pela solução desse problema está tendo um dia especial nesta quarta-feira. O turismo hoje é extremamente importante para a região, e a presença do ministro Marcelo Álvaro nessa reunião é um sinal de comprometimento pela superação do problema”, enalteceu.

Durante a reunião, representantes do ONS detalharam as condições de funcionamento do sistema elétrico a partir da vazão de Furnas. Também estiveram presentes ao encontro o diretor-geral do ONS, Luiz Eduardo Barata, e o diretor substituto de Hidrologia da Agência Nacional de Águas (ANA), Joaquim Gondim, entre outros.

LAGO DE FURNAS – Conhecido como ‘O Mar de Minas’, o Lago de Furnas é a maior extensão de água do estado, com 1.440 km² – quatro vezes a Baía de Guanabara (RJ). Abrange mais de 30 municípios com grande potencial natural, formando cachoeiras, balneários e piscinas naturais ideais para passeios de barco, pesca esportiva ou ecoturismo.

Edição: Rafael Brais

 

Fonte: Ministério do Turismo.