Os criminosos estão sempre buscando novas oportunidades para agir e, certamente, os hotéis reúnem um forte apelo: grande fluxo de pessoas, executivos e turistas, que costumam circular com dinheiro e itens de valor (relógios, joias, celulares, etc.). A segurança aplicada em hotéis requer estratégia diferenciada para evitar ações de criminalidade e, ao mesmo tempo, não assustar os hóspedes.

Quando falamos em segurança em empreendimentos hoteleiros, devemos pensar no patrimônio, mas, acima de tudo, nas pessoas. Por isso, uma das grandes dificuldades encontradas pelas empresas prestadoras de serviços é a forma como a segurança deve ser implementada no hotel.

Quem se hospeda em um hotel, seja a trabalho ou lazer, não quer ser incomodado e nem se sentir acuado. O hóspede deve se sentir seguro e tranquilo, mas não pode, jamais, se sentir em ambiente ameaçador ou hostil.

Para garantir que um projeto de segurança para hotéis seja bem sucedido é preciso avaliar a localização geográfica do empreendimento, para identificar rotas de fuga que os criminosos podem usar; verificar se há terrenos vazios ou pontos de drogas, que podem facilitar a intrusão, analisar os índices de criminalidade do bairro e compreender se afetam o empreendimento e analisar as dependências do local, para listar suas fragilidades (janelas e portas frágeis; locais sem câmera ou sem condições de visualização à distância, etc.). Após esses estudos, é que será desenhada a estratégia do projeto, levando em consideração a segurança eletrônica e humana. A união dos esforços humanos e de tecnologia irá criar um cenário mais seguro para qualquer empreendimento, principalmente em hotéis.

Mas é preciso ressaltar que não adianta ter equipamentos tecnológicos de última geração se não possuir pessoas habilitadas e qualificadas para operá-los. O inverso também é verdade: nada adianta ter profissionais preparados se eles tiverem equipamentos inadequados para usar, como por exemplo: câmeras mal instaladas ou com imagens ruins.

Além dos esforços da equipe, a cultura de segurança também deve ser presente nesses empreendimentos, à medida que todos fazem parte do processo, pois quando as pessoas envolvidas se empenham em seguir e disseminar as normas de segurança, os riscos de uma ocorrência diminuem sensivelmente.

Por Niv  Yossef Steiman

By Hotelnews